Neymar assina contrato com site de poker e diversifica sua imagem

Neymar

Jogar no Barcelona tem seus privilégios: a audiência da UEFA Champions League é global e os jogadores acabam tendo muito mais exposição do que teriam no mercado brasileiro. Um bom caso é o atacante Neymar, fruto das categorias de base do Santos.

Neymar é o protagonista da nova campanha do site Poker Stars para gerar mais interesse no público que nunca jogou as cartinhas pelo computador. O motivo da campanha é simples: Neymar é atualmente um dos jogadores de futebol com mais carisma e potencial de redes sociais do mundo.

“(Neymar) é uma jovem estrela bastante carismática que ama interagir com fãs em redes sociais, fica confortável ante as câmeras e ama o Poker”, disse o CEO do site. “Como uma superestrela num dos maiores clubes do mundo, seu apelo é global. A parceria é uma grande oportunidade para divulgar o jogo do poker ao redor do mundo e atrair novos fãs”, completou.

O jogador lembrou que o esporte das cartas é uma paixão sua: “Ele permite me expressar fora do campo, e eu adoro qualquer chance de superar meus adversários”, disse na assinatura do contrato com o site.  Neymar vira e mexe publica fotos jogado partidas de poker – o fez na Copa do Mundo, por exemplo – e até mesmo seu cachorro foi apelidado graças às cartinhas (com o nome de, adivinhe… Poker)

O que isso significa para o futebol e para o poker?

Existe um esforço cada vez maior para provar que o poker não se trata apenas de sorte como muitos pensam – mas, sim, de um esporte no qual a habilidade dos jogadores é o que importa no longo prazo. A própria declaração de Neymar evidencia isso (o extra-campo). Mostrar que o poker, em termos de competitividade e leitura dos adversários, por exemplo, pode ser exatamente como qualquer outro esporte – como o futebol.

Não é a primeira vez que a Poker Stars investe em atletas dos esportes mais conhecidos do público para reforçar essa imagem do poker, também, como esporte. O tenista Rafael Nadal é contratado do site e o ex-jogador Ronaldo, também. Neymar, aliás, é cliente da 9ine – em outras palavras, a empresa que agencia a carreira do ex-menino da vila tem como Ronaldo um de seus maiores clientes. Com efeito, Ronaldo pode ter sido um ótimo intermediário para que Neymar também faça parte da equipe de esportistas de bolinhas que também se focam nas cartinhas.

Para o futebol é mais uma amostra da força de um esporte com potencial global. Exceção feita aos Estados Unidos – e olha que entre crianças por lá ele já é mais popular do que o beisebol – o futebol é o esporte mais popular na maioria dos países do ocidente (e alguns do oriente também, claro). Um esporte que quer ser mais conhecido buscando estrelas de outro mostra o quão popular este outro é e esse é o caso do futebol.  Após uma das Copas do Mundo mais interessantes da história, a posição da bola continua sendo reafirmada – no coração, mente e números. Ou seria com as cartas também?

Um grande abraço e saudações!

E-mail da coluna: teoriadosjogos@globo.com

Siga @vpaiva_btj

Curtam o Blog Teoria dos Jogos no Facebook!

Deixe uma resposta