Errata: a verdadeira maior venda da história do Flamengo

Na última quinta postamos coluna sobre as maiores vendas da história do Flamengo,  numa comparação com a dupla Gre-Nal, tradicionalmente boa negociadora de seus ativos. Foram considerados os repasses de Renato Augusto e Jorge, respectivamente a Bayer Leverkusen e Monaco, sendo o meia da Seleção transferido no meio da temporada de 2008 – razão pela qual se fizeram necessárias atualizações cambiais e inflacionárias.

No entanto, visando disponibilizar sempre as informações mais precisas e confiáveis – expediente costumeiro do Blog Teoria dos Jogos – contactamos algumas fontes e apuramos outras negociações envolvendo ex-atletas rubro-negros. Tal investigação nos levou a concluir que a verdadeira maior venda da história do Flamengo não foi nem a de Jorge (como já havíamos refutado), tampouco a de Renato Augusto. Seria a de Sávio, comprado pelo Real Madrid em dezembro de 1997 pela fabulosa soma total de US$ 19.437.500,00, sendo US$ 6.437.500,00 em dinheiro e US$ 13 milhões através dos repasses de 50% dos direitos econômicos de Rodrigo Fabri (avaliados em US$ 5 milhões) e 100% de Zé Roberto – ele mesmo – por US$ 8 milhões. Segue documentação comprobatória:

Isto faria com que o atualizado ranking rubro-negro, ficasse assim:

Clique para ampliar

PS: A cotação do dólar considerada à época da transferência de Sávio foi a de R$ 1,11. O valor da transferência de Jorge foi atualizado para € 9 milhões.

Ou seja: temos que, considerando o valor bruto da negociação (direitos econômicos inclusos) a venda de Sávio foi uma das maiores da história do nosso futebol, superando em muito às da dupla Gre-Nal. Se incluirmos apenas os repasses financeiros, aí a venda de Sávio segue atrás da de Renato Augusto.

Um grande abraço e saudações!

E-mail da coluna: teoriadosjogos@globo.com

Siga @vpaiva_btj

Curtam o blog Teoria dos Jogos no Facebook!

Um comentário sobre “Errata: a verdadeira maior venda da história do Flamengo

Deixe uma resposta